Sexta-feira, 8 de Julho de 2005

Partiu-me todo

Ontem de facto partiu-me todo. Já não me sentia assim à muito tempo. Foi fabuloso. Foi mesmo até eu cair para o lado. Isto de ser gordo traz os seus limites. E o meu limite são quatro fodas. Depois disso, já os joelhos não respondem nem as mãos e até mesmo os olhos teimam em fechar. Até o pobre Zé Tolinhas me dizia na melhor maneira que podia: oh pá, agora vou dormir que amanhã também é dia.


A noite começou com um ritual intimo que aconselho a todos os homens. O de raparem os pelos da zona pubica da companheira. É super excitante e é uma grande forma de criarmos uma ligação. Também nos dá hipotese de estudar a localização exacta de cada reentrancia e de cada prega na pele. Assim, por muito escuro que esteja, vamos sempre dar ao sítio certo. Depois de rapadinha, fomos até à cama porque já eram horas. E afinal, no dia seguinte é dia de trabalho. Mas não fomos dormir. Mal nos deitámos começou logo a beijar-me os mamilos e a mordiscar-me por todo o lado. Ora um homem perante tal convite não se pode fazer rogado pois não?


Foi uma bela foda. Admito que estava cançado porque já tinha havido a rapidinha quando cheguei a casa, mas para uma há sempre espaço. E lá estava ela de rabo eriçado preparada para eu lhe tomar a cona por detrás. "Espeta-mo todo" diz ela com voz baixinha e meia a tremer, muito excitada por eu a ter estado a rapar. "Espeta-mo com força". E pronto, um homem tem de fazer aquilo que um homem tem de fazer. Espetei-lho. Com força e vigor, a cama arrastava um pouco a cada estocada e ela veio-se passado alguns momentos tal era o estado de excitação. Estava ainda muito excitada mas resolveu-me presentear com uma bela chupadela. Daquelas de fazer o pau enrijecer mais e mais. Deitou-se e disse-me: anda para cima de mim. Claro que fui e meti-lhe o meu pai excitado. Comecei o movimento de vai e vem quando ela me pediu para ser mais bruto. Coloquei-me mais direito e segurei-lhe o tronco para dar ainda com mais força. Gemia como uma doida a cada investida minha. Viemo-nos os dois ao mesmo tempo com um grito de prazer. Ela, visivelmente satisfeita, contorcia-se e os seus olhos reviravam. Parecia possuida por uma qualquer força espiritual oculta. Gemia alto e as ancas mechiam como se eu ainda estivesse dentro dela, ainda a gastar os restos de adrenalina que corriam ainda a queimar as veias por dentro. Empurrou-me para tras e subio ela para cima de mim. Deu-me uma das melhores fodas da minha vida. Cavalgou-me como uma amazona enquanto fazia as mamas roçarem na minha cara e no meu peito. Usava as minhas mãos para se apalpar e lambia-me os dedos. Jorrei para dentro dela como se fosse uma fonte iluminada. O tempo parou por uns segundos. Senti-me como um festival de fogo-de-artificio numa noite de passagem do ano.


Deitei-me pensando que já estava esgotada, quando ela me agarra o pau e masturba-me até me vir outra vez. Depois deita-se de costas e diz: quero outra igual àquela. Um homem tem de correr para apagar estes fogos não é? Teve de ser. Subi para cima dela e com força dei-lhe mais uma foda. Esgotei por completo e praticamente desfaleci. Caí para o lado e ela olhou-me. Deixou-me estar e senti-me adormecer.


Passado um pouco sinto a lingua dela de novo no meu pau. Tive de lhe pedir tréguas. Estava para lá do meu limite. Mais vale ter todos os dias do que ter tudo e depois ficar com a pila em obras 3 ou 4 dias. Meu amor, desculpa, agora preciso mesmo de parar. Ainda me ofereci para lhe fazer com a mão ou com a boca mas ela pediu-me só para me encostar a ela e beijar-lhe os ombros e apalpar-lhe os mamilos enquanto se masturbou uma última vez. Adormecemos completamente suados. Um misto de suor, semen e fluido vaginal impregnavam o quarto com o seu perfume enebriante. Enquanto adormecia pensei: "Mas que grande foda. Partiu-me todo."


GF

publicado por GordoFeliz às 09:21
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Pale Gold Snake a 27 de Setembro de 2005 às 01:51
Desculpa lá oh GF! Mas isso de ser gordo não tem nada a ver. O que aguentaste foi digno de um atleta!... Eu ainda não sei o meu limite, infelizmente ninguém me levou lá, mas ainda tenho esperança... o que tu és é um sortudo... ou melhor, são uns sortudos, PARABÉNS!... Beijos & Abraços! SALUT!!!


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2005

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Nova participante.

. Mudanças

. Um relato de uma fan

. Nada como um bom regresso...

. Sexo Anal e Canzana

. Fazendo explorações

. Uma história ao acordar

. Os meus sapatos de hoje

. Bom dia!!!!

. Tenho uma prenda nova!!!!...

.arquivos

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds